Share on FacebookGoogle+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail to someoneshare on Tumblr

São 18:00 e está de pé na cozinha. O seu cérebro ainda está acelerado do dia de trabalho frenético que passou e tem a barriga a dar horas. Antes de recorrer ao menu de entregas ou ao microondas, espere um minuto e seja mais consciente na forma como nutre o seu corpo.

Claro, os alimentos fornecem a energia física que necessita para chegar ao final do dia. Mas alguma vez considerou que o simples ato de cozinhar pode fazê-la sentir-se mais conectada ao seu mais profundo eu? Cozinhar com alma significa preparar boa comida com boa intenção. Veja como.

Faça da sua cozinha uma zona de meditação

Na Rituals, temos plena consciência dos benefícios da meditação. Mas se acha que precisa de reservar 20 minutos para se sentar numa almofada e cantar um mantra, pense outra vez! Pode meditar em qualquer lado, incluindo na cozinha. Deixe que as atividades agitadas do dia desapareçam lentamente da sua memória e simplesmente aproveite o momento. Vai verificar que a sua mente divaga por sítios mais agradáveis, os seus músculos a relaxar e adivinhe – isso é meditação.

Somos aquilo que comemos

Todos somos culpados por sacrificar ocasionalmente a saúde pela conveniência quando se trata do jantar. Mas quando escolhemos ingredientes locais e sazonais em vez do que é rápido (e normalmente salgado e gorduroso!), está a tratar de si duplamente. Os nutrientes mantém o seu sistema a funcionar e tem paz de espírito no que toca a respeitar-se a si própria. Ingredientes saudáveis como vegetais e proteínas magras alimentam o seu coração e honram a sua alma.

Celebre o momento, não a tarefa

Comer uma boa refeição é um festim para os sentidos. Cozinhar com alma também. Em vez de realizar os movimentos em piloto automático e despachar tudo para atingir o resultado, tire um minuto para experienciar os visuais, cheiros e texturas que envolvem a preparação da refeição. O alho e a cebola não cheiram divinalmente quando em contacto com o azeite quente? Ouça aquele crepitar do peito de frango na frigideira. Estar consciente destes pequenos momentos de prazer acrescenta imenso à sua rotina diário. Issac Cronin, autor do The Mindful Cook: Finding Awareness, Simplicity and Freedom in the Kitchen escreveu um livro inteiro sobre o assunto, juntamente com inúmeras receitas que colocam a plenitude mental na vanguarda da preparação da comida.

Esta noite, quando se sentir com pouco tempo e muita fome, dê uma oportunidade a estas ideias. Verá que cozinhar de alma cheia é recompensa suficiente. O bónus é uma refeição saudável e deliciosa que você e os seus entes queridos irão desfrutar muito mais, quando reconhecer o cuidado e atenção que lhe dedicou.

This post is also available in: Inglês Holandês Espanhol Francês Alemão Sueco

Related posts

Leave a Comment

Error: Please check your entries!