Esta citação, atribuída ao sábio Buddha, não só é verdadeira, como uma ótima inspiração para a criação de rituais natalícios. Esta época, destinada à oferta, é também uma altura de agradecimento por tudo aquilo que recebemos. E mais: vários cientistas provaram que ser grato leva-nos a experienciar mais alegria.

 

GRATIDÃO: O COMPRIMIDO DA FELICIDADE QUE É FEITO POR SI PRÓPRIO

Quando é capaz de abrandar o ritmo para refletir sobre tudo aquilo que tem, esta pausa inspira-o a uma sensação de maior felicidade pessoal. Ajuda-nos a sentirmo-nos mais positivos sobre a nossa posição na vida e sobre as pessoas que nos rodeiam. As mulheres grávidas, por exemplo, são geralmente mais otimistas, capazes de saborear experiências positivas de forma mais intensa e lidar mais facilmente com contratempos. Porque a gratidão é uma emoção que expressamos para com os outros, é também capaz de nos ajudar a criar relacionamentos com mais significado e mais duradouros.

 

A CIÊNCIA DE DIZER “OBRIGADO”

Dr. Robert Emmons, autor do livro Thanks! How the New Science of Gratitude Can Make You Happier, conduziu uma experiência onde convidou várias pessoas a registar os seus pensamentos num diário. Dividiu estas pessoas em 3 grupos: os que escreviam sobre os seus dias sem descrever os acontecimentos como “bons” ou “maus”, os que escreviam apenas sobre os aspetos negativos dos seus dias e finalmente, aqueles que escreviam sobre os aspetos positivos dos seus dias.

Os resultados do estudo foram esmagadoramente favoráveis à gratidão. Dez semanas após a experiência, o grupo que descreveu os aspetos positivos dos seus dias revelou maior atenção, entusiasmo, determinação, otimismo e energia. Por outro lado, também expressaram menos sentimentos depressivos e stress. Estes aspetos resultaram em mudanças positivas e tangíveis, como exercitarem-se mais regularmente, ajudar o próximo e em maiores progressos na conquista de objetivos pessoais.

 

GRATIDÃO + PLENITUDE = FELICIDADE

Ser grato todos os dias é a definição de ser pleno. Deixe-nos dar um exemplo. Faltam poucas semanas para o Natal, e está a tentar criar a experiência perfeita para os seus familiares. O brinquedo que o seu filho quer desesperadamente está esgotado, o peru que encomendou para o jantar de Natal pode não chegar a tempo e o fecho do seu vestido de festa favorito está estragado. Todos os acontecimentos irritantes e dececionantes. No entanto, a mãe soulful abranda, reflete por um minuto e percebe a sorte que tem por passar tempo com a sua família: brinquedos, pratos ou roupas são irrelevantes. Agradecer pelo que temos em vez de lamentar o que não fazemos é um lema para a alma. E é o lema onde nos devemos apoiar para viver todos os dias.

 

O SEU RITUAL DIÁRIO DE GRATIDÃO

Nesta época festiva, faça da gratidão parte do seu ritual diário. Escreva um agradecimento. Agradeça a alguém pessoalmente por algum ato de gentileza para consigo. Crie o pote da gratidão e preencha-o com pedaços de papel, que dizem tudo aquilo que quer agradecer nesse momento, peça à sua família para adicionar mais agradecimentos ao pote da gratidão e, durante a ceia de Natal, leia-os em voz alta. Pode parecer uma coisa simples, mas vai ter com certeza um impacto gigante.

Mais importante, lembre-se que a gratidão provoca alegria nos outros e em si. Como escreveu a autora Melody Beattie uma vez, “A gratidão desbloqueia a plenitude da vida. Transforma o que temos em suficiente, e em mais do que isso.”

This post is also available in: Inglês Holandês Espanhol Dinamarquês Francês Alemão Norueguês Sueco

Leave a Comment

Error: Please check your entries!